PHP Orientado a Objetos na Prática — Preparando o ambiente

 

 

Na série de PHP Orientado a Objetos, veremos na prática os conceitos básicos sobre a orientação a objetos do PHP.  Entretanto primeiramente precisamos configurar nosso ambiente de trabalho, então vamos falar dos softwares que iremos utilizar, bem como a estrutura do projeto.

  1. Editor de texto
  2. Apache
  3. PHP
  4. MySQL
  5. Só isso

Basicamente o necessário é só isso mesmo, o editor que estou utilizando é o Sublime Text, você pode utilizar o de sua preferência, mas eu recomendo-o. Também precisamos configurar o servidor local, você pode utilizar um software como o XAMPP ou WAMP que é um pacote que já vem com todos os softwares necessários, como Apache, PHP, MySQL e já trás algumas ferramentas como phpMyAdmin além de fornecer opções para instalação de várias outros frameworks como WordPress, Drupal, Joomla, Magento, entre outros.

Você ainda pode contar com algumas ferramentas extras, por exemplo, eu não sou muito fã do phpMyAdmin, prefiro utilizar o Navicat for MySQL e o MySQL Workbench, utilizo o Navicat para a criação e gerenciamento de banco de dados, enquanto o Workbench fica com a parte de elaboração e estudo de query’s.

Enfim, configurado o seu ambiente, é hora de preparar a estrutura de arquivos e pastas. Primeiro vamos aos downloads:

  1. jQuery
  2. Twitter Bootstrap
  3. ConnectionMSi

Gosto de organizar a minha estrutura da seguinte maneira:

  • phpoo-na-pratica
    • css/
    • js/
    • lib/
      • class/
      • config.php
    • pages/
    • index.php

Então baixe o jQuery e coloque-o no diretório js de nossa estrutura. Também baixe o framework Bootstrap e extraia-o na pasta do projeto, ficando assim o CSS na pasta css o Javascript na pasta js e as fontes na pasta fonts. Já o ConnectionMSi coloque na pasta class dentro da pasta lib.

Você pode baixar a estrutura pronta no Github, porém é recomendado você baixar a versão mais atualizada do jQuery e Bootstrap.

A princípio essa é nossa estrutura, conforme formos prosseguindo com a série e formos criando novos arquivos indicarei o local de cada um.

Então é isso, nessa parte baixamos os softwares necessários e configuramos a estrutura de nosso projeto. No próximo post vamos configurar o banco de dados.

 

Posts da série:

  1. Prólogo
  2. Preparando o ambiente
  3. Configurando banco de dados e criando tabelas
  4. Utilizando a biblioteca ConnectionMSi
  5. Classe de usuários
  6. Sistema de login
  7. Recuperando senha
  8. Classe do menu
  9. Cofigurando o MenuTree
  10. Resgatando e imprimindo o MenuTree
  11. Controle de acesso parte 1
  12. Controle de acesso parte 2

Carlos Amaral

Programador, entusiasta da tecnologia, admirador da cultura japonesa e cristão protestante. Nascido em Porangatu interior de Goiás, cursou Sistemas de Informações tendo que abandonar na metade para uma mudança geográfica. Veio parar em Joinville - SC, capital da dança, onde atualmente está trabalhando com programação web e constituindo família.